Primeira Página

Edições Publicadas


Expediente
Nota aos colaboradores
Índice dos volumes
 
  BUSCA na Revista
consulta avançada
 
  Créditos
  Editora PUC-Rio
  Entre em contato

 Powered by Publique!
Revista Comunicação, Cultura e Política

ISSN 1518-8728 (Impresso)

ISSN 2175-7402 (On-line)

PUC-Rio
Voltar
Alceu 9

De lixo e bricolagem
Por: Ivete Walty


Resumo
Viver no lixo ou viver do lixo? Este estudo de relatos da população de rua de grandes cidades brasileiras deixa-nos entrever diferentes faces da relação desse segmento da população com tudo aquilo que é dado como lixo em nossa sociedade: desde o corpo imerso na sujeira e as casas feitas de sucata até o corpo travestido no carnaval com material reciclado. A reflexão sobre as intervenções desse segmento excluído na rede citadina, leva-nos a perguntar se diferentes sintaxes sociais podem ser escritas com os mesmos retalhos, num movimento de reciclagem econômica e cultural.

Palavras-chave
Exclusão, lixo, bricolagem, reciclagem cultural, sintaxe social.


Abstract
Live in trash or live off trash? This study of the accounts of street people from the big cities of Brazil allows us to perceive different facets of the relation of this segment of the population with all that is considered trash in our society: from the body wallowing in filth and the hovels made of tin-cans to the body in carnival costume made from recycled material. Reflecting on the interventions of this segment of the population excluded from the urban network has led us to ask if different social syntaxes can be written with the same patchwork, in a movement of economic and cultural recycling.

Key-words
Exclusion, trash, do-it-yourself, cultural recycling, social syntax.



De lixo e bricolagem




Caso não tenha instalado em seu navegador o plugin do "Acrobat Reader", necessário à visualização de arquivos de formato .PDF, faça o download gratuíto. Faça o download clicando aqui!

Versão para impressão:

:: Outras matérias ::
anterior < Isso o diretor não esqueceu
próxima > Sexualidade e gênero no envelhecimento

^ Topo

» Primeira Página » Expediente  » Nota aos colaboradores  » Índice dos volumes   » Entre em contato

Powered by Publique!