Primeira Página

Edições Publicadas


Expediente
Nota aos colaboradores
Índice dos volumes
 
  BUSCA na Revista
consulta avançada
 
  Créditos
  Editora PUC-Rio
  Entre em contato

 Powered by Publique!
Revista Comunicação, Cultura e Política

ISSN 1518-8728 (Impresso)

ISSN 2175-7402 (On-line)

PUC-Rio
Voltar
Alceu 18

Bourekas e caipiras: Topol e Mazzaropi
Por: José Gatti


Resumo

Este ensaio aborda comparativamente filmes de dois gêneros cinematográficos: boureka,
em Israel, e caipira, no Brasil. Os dois países produziram comédias retratando os conflitos de personagens oriundos do meio rural em seu processo de assimilação no meio urbano. Essas comédias atingiram seu apogeu nos anos 1960 e obtiveram grande popularidade até o final dos anos 1970. A despeito das enormes diferenças entre as cinematografias israelense e brasileira, certos pontos de contato permitem vislumbrar tendências presentes em muitos cinemas nacionais. A temática do personagem oriundo do meio rural e seus enfrentamentos com o mundo urbano está na origem dos cinemas israelense e norte-americano, assim como na origem do cinema brasileiro. Compara-se aqui o trabalho de dois atores centrais na história desses gêneros, assim como na história do cinema de seus países: Topol e Mazzaropi.


Palavras-chave
Políticas de representação; Representação étnica; Cinema brasileiro; Cinema israelense;
Comédia.

Abstract
Boureka and caipiras: Topol and Mazzaropi
This essay compares two films of related genres in cinema: the boureka in Israel and the caipira
in Brazil. Both countries have produced comedies portraying the conflicts of characters of rural origins as they try to assimilate urban ways; these films reached their peak in the 1960’s and enjoyed great popularity until the late 1970’s. Despite the enormous differences between the Israeli and Brazilian cinemas, certain points of contact allow us to envisage certain tendencies that are present in many cinematographies. The motif of the character of rural origin and his shenanigans in the urban world is in the origin of North-American and Israeli cinemas, as well as in the origin of Brazilian cinema. The caipira genre started as early as in 1908 in Brazil. Moreover, I try to compare the work of two actors who would become major stars in their respective cinemas: Topol (who became an international celebrity for his performance in Fiddler on the Roof) and Mazzaropi (still very popular in Brazil, even though his last film was released in the 1980).

Key-words
Politics of representation; Ethnic representation; Brazilian cinema; Israeli cinema;
Comedy.


Bourekas e caipiras: Topol e Mazzaropi



Caso não tenha instalado em seu navegador o plugin do "Acrobat Reader", necessário à visualização de arquivos de formato .PDF, faça o download gratuíto. Faça o download clicando aqui!

Versão para impressão:

:: Outras matérias ::
anterior < A questão do narrador na ficção midiática
próxima > Açougue da alma: instituições normatizadoras e indivíduos pouco disciplinados

^ Topo

» Primeira Página » Expediente  » Nota aos colaboradores  » Índice dos volumes   » Entre em contato

Powered by Publique!