Primeira Página

Edições Publicadas


Expediente
Nota aos colaboradores
Índice dos volumes
 
  BUSCA na Revista
consulta avançada
 
  Créditos
  Editora PUC-Rio
  Entre em contato

 Powered by Publique!
Revista Comunicação, Cultura e Política

ISSN 1518-8728 (Impresso)

ISSN 2175-7402 (On-line)

PUC-Rio
Voltar
Alceu 22

Fantástico, o show da vida: televisão, convergência e consumo
Por: Everardo Rocha e Bruna Aucar

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar o programa Fantástico, da TV Globo, e sua relação com
o atual movimento de convergência de mídia por que passam os meios massivos e digitais.
Para tanto, vamos contextualizar a criação do programa, seus quase 40 anos de existência
e a espécie de “vocação” de convergência que se inscreve em sua história. Vamos analisar
o Fantástico como um programa que, dentro da televisão aberta, propicia um ambiente de
interatividade e, com isso, amplia suas possibilidades de incentivo ao consumo cada vez mais
acelerado pelas tecnologias digitais.

Palavras-chave: Televisão; Consumo; Fantástico.

Abstract


The aim of this paper is to analyze the program Fantástico, from Globo TV, and it´s relationship
with the current movement of media convergence experienced by the mass and digital media.
To this end, we contextualize the program´s inception, its nearly 40 years of existence and
the kind of “tendency” to convergence that is inscribed in its history. Let´s look at Fantástico
as a program that, within the broadcast television, provides an environment of interactivity
and, therefore, increases its chances to boost consumption, increasingly accelerated by
digital technologies.

Keywords: Television; Consumption; Fantástico.


Fantástico, o show da vida: televisão,convergência e consumo




Caso não tenha instalado em seu navegador o plugin do "Acrobat Reader", necessário à visualização de arquivos de formato .PDF, faça o download gratuíto. Faça o download clicando aqui!

Versão para impressão:

:: Outras matérias ::
anterior < A publicidade social: reflexões sócio-semióticas
próxima > Quando transgredir vira profissão: uma análise do processo de institucionalização da atuação hacker

^ Topo

» Primeira Página » Expediente  » Nota aos colaboradores  » Índice dos volumes   » Entre em contato

Powered by Publique!