Primeira Página

Edições Publicadas


Expediente
Nota aos colaboradores
Índice dos volumes
 
  BUSCA na Revista
consulta avançada
 
  Créditos
  Editora PUC-Rio
  Entre em contato

 Powered by Publique!
Revista Comunicação, Cultura e Política

ISSN 1518-8728 (Impresso)

ISSN 2175-7402 (On-line)

PUC-Rio
Voltar
Alceu 33

Globalização, atualização e permanência de um estilo: Coco Chanel
Por: Nelson Batista Zimmer e Juracy Assmann Saraiva

Resumo
A permanência do estilo criado por Chanel e sua disseminação são constatáveis na atualidade em lojas de departamentos populares e por meio de signos que caracterizam a marca, fenômeno explicado pela globalização mercadológica, apontada por Canclini (1996, 2007) e por Hall (2006), e pelas discussões sobre consumo e identidade levantadas por Bauman (2008). Este artigo analisa o desenvolvimento do estilo Chanel e de seus signos, retomando dados biográficos da estilista, registrados por Greenhalgh (2010), Karbo (2010), Moreira (2002) e Picardie (2011), e sustenta o argumento da perenidade do estilo Chanel não só em aspectos históricos, referentes à instalação e à afirmação da grife no mercado, mas também em pesquisa empírica, por meio da qual se identificaram produtos que imitam originais ou que se inspiram em seu estilo. O artigo traz registros fotográficos do comércio do centro de Porto Alegre/RS, para exemplificar, por meio do estilo Chanel, a adesão, da contemporaneidade, a padrões identitários múltiplos.

Palavras-chave
Moda. Chanel. Indústria de luxo. Globalização.

Abstract
The permanence of Chanel style and its dissemination are verifiable nowadays in popular stores and through signs that feature the brand, phenomenon explained by the marketing globalization, appointed by Canclini (1996, 2007) and Hall (2006), and by discussions about consumption and identity raised by Bauman (2008). This paper analyses the development of Chanel style and its signs, resuming the stylist’s biographic data, appointed by Greenhalgh (2010), Karbo (2010), Moreira (2002) e Picardie (2011), and supports the argument of a perennial style, not only in historical aspects, referring to installation and statement of the griffe on the market, but also an empirical research, through wich it’s possible to identify gods that imitates the originals or get inspired in its style. Photographs from popular markets in Porto Alegre are brought to exemplify, through Chanel style, the accession, of the contemporaneity, to multiple identity pattenrs.

Keywords
Fashion. Chanel. Luxury industry. Globalization.


Globalização, atualização e permanência de um estilo: Coco Chanel




Caso não tenha instalado em seu navegador o plugin do "Acrobat Reader", necessário à visualização de arquivos de formato .PDF, faça o download gratuíto. Faça o download clicando aqui!

Versão para impressão:

:: Outras matérias ::
anterior < Gatsby, Dior e a produção do luxo na moda no século XX
próxima > Psicologia, marketing e experiência elementar: implicações para o desenvolvimento do conceito de consumidor

^ Topo

» Primeira Página » Expediente  » Nota aos colaboradores  » Índice dos volumes   » Entre em contato

Powered by Publique!