Um livro de cabeceira e uma câmera na mão

circulação e consumo literários na contemporaneidade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46391/ALCEU.v22.ed47.2022.143

Palavras-chave:

História cultural, campo literário, crítica literária, livros e leitura, Booktubers

Resumo

Este artigo busca refletir sobre as formas de circulação do livro através da atuação de um ‘novo’ elemento em seu circuito de comunicação, os BookTubers. Leitores que expõem suas opiniões literárias no ciberespaço, esses internautas são a voz que durante muitos anos permaneceu ausente no campo literário: a da recepção não especializada. Trabalhando com conceitos da
história cultural (Robert Darnton e Roger Chartier) e da sociologia da cultura (Pierre Bourdieu), investigo a natureza e as propriedades dessa comunidade on-line para determinar seu papel no mundo dos livros. Tendo como método de exame o modelo proposto pelo historiador americano Robert Darnton, denominado circuito de comunicação da produção e da recepção dos livros, minha conclusão é que os BookTubers causam um curto-circuito na transmissão dos textos impressos, e, por consequência, no campo literário, ao abalarem a tradicional função da crítica, que é a de apresentar o livro ao leitor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eliane Hatherly Paz, ECO-UFRJ

Doutora e Mestre em Letras, ambos pela PUC-Rio. Pós-doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura na ECO-UFRJ (Bolsista PDS-FAPERJ 2018/2019). Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo (PUC-Rio), pós-graduada em Docência do Ensino Superior (UNESA) e em Assessoria de Comunicação (UniverCidade). Possui especialização em Book Publishing - Formação Executiva na Indústria do Livro (FGV-RJ) e em Book Publishing (NYU). Atualmente, integra o Núcleo de Estudos e Projetos em Comunicação (Nepcom-UFRJ). Participou da equipe de pesquisadores da Cátedra UNESCO de Leitura PUC-Rio de Março de 2007 a Março de 2012. Coordenadora das pós-graduações lato sensu "A Produção do livro: do autor ao leitor" e "Leitura: teoria e práticas" na CCE/PUC-Rio (2006-2007; 2009-2011), onde ministrou as disciplinas "A História do Livro", "Linhas editoriais" e "Leitura: história e representações". Atuou como Professora-Tutora no curso de Capacitação em EAD da CEAD/UNIRIO, de 2011 a 2013 (Bolsista Capes). Bolsista Capes PDEE entre maio e setembro de 2011 (École des Hautes Études en Sciences Sociales/EHESS - Paris/França). Tem experiência profissional na área de Comunicação, com ênfase em produção editorial, atuando como redatora, preparadora e revisora de originais, coordenadora editorial, e, recentemente, como preparadora e revisora de audiolivros. No campo acadêmico, pesquisa principalmente os seguintes temas: história, produção e mercado editorial; história da leitura; questões do campo editorial; censura e liberdade de expressão; novas tecnologias de comunicação e publicação.

Referências

ADAMS, T; BARKER, N. “A new model for the study of the book”, in A potencie of life: books in society. The Clark Lectures, 1986-1987. Londres: British Library, 1993.

BOURDIEU, P. Questões de Sociologia. Lisboa: Fim de Século, 2003.

______. As regras da arte: gênese e estrutura do campo literário. São Paulo: Companhia das Letras, 1996-2002, 1ª reimpressão.

______. A produção da crença: contribuição para uma economia dos bens simbólicos. Porto Alegre: Zouk Editorial, 2001-2015, 3ª edição, 3ª reimpressão.

CATANI, A. et all. Vocabulário Bourdieu. São Paulo: Autêntica, 2017.

CHARTIER, R. A ordem dos livros: leitores, autores e bibliotecas na Europa entre os séculos XIV e XVIII. Brasília: UNB, 1999.

DARNTON, R. “O que é a história do livro?” revisitado, in ArtCultura, Uberlândia, v. 10, n. 16, p. 155-169, jan.-jun. 2008.

______. “O que é a história do livro?”, in O beijo de Lamourette: mídia, cultura e revolução. SP: Cia. das Letras, 1990. Pp. 109-131. Disponível em <https://dash.harvard.edu/handle/1/3403038> Acessado em 18.01.2019.

JENKINS, H. Cultura da convergência. São Paulo: Aleph, 2009. 2ª edição.

JENKINS, H.; GREEN, J.; FORD, S. Cultura da conexão: criando valor e significado por meio da mídia propagável. São Paulo: Aleph, 2014.

MINDLIN, J. “Apresentação à edição brasileira”, in FEBVRE, L.; HENRY-JEAN, M.

O aparecimento do livro. São Paulo: Ed. Unesp ; Hucitec, 1992. São Paulo: Edusp, 2017. 2ª edição brasileira.

MOREIRA, P. R. M. Booktubers e mercado editorial: parcerias como estratégia de colonização dos espaços de referência. Artigo apresentado no 41º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. INTERCOM, 2-8.09.18.

SHIRKY, C. A cultura da participação: criatividade e generosidade no mundo conectado. Rio de Janeiro: Zahar, 2011.

THOMPSON, J.B. Mercadores de cultura: o mercado editorial no século XXI. São Paulo: Editora Unesp, 2013.

VAN DER WEEL, A. “Book studies and the Sociology of Text Technologies”. Disponível em

<http://www.let.leidenuniv.nl/wgbw/research/Weel_Articles/VanderWeel_MM_proof6.pdf> Acesso: 1º dez. 18.

Publicado

2022-10-10

Edição

Seção

Artigos