Entre os fast-thinkers e os low-thinkers

O primado da opinião na cobertura da TV brasileira sobre o mundial de futebol de 2022 no Catar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46391/ALCEU.v24.ed52.2024.387

Palavras-chave:

TV brasileira, Pierre Bourdieu, Copa do Mundo do Catar, Futebol, Opinião

Resumo

Em maio de 1996, o canal francês Paris Première exibiu dois programas gravados pelo sociólogo Pierre Bourdieu a respeito do meio televisivo. A transcrição de texto desses dois programas originou os primeiros capítulos reunidos pelo autor na obra Sur la télévision (Raisons d’Agir Éditions, 1996). Ainda que tenhamos ali algumas ideias um tanto quanto anacrônicas para dar conta das transformações sofridas pela televisão nas últimas três décadas, acreditamos que certos juízos do sociólogo francês ainda mantêm algum viço e atualidade para dar conta dos passos trilhados recentemente pela televisão brasileira (tanto nos canais abertos como nos canais por cabo) com relação ao tratamento dado ao futebol, notadamente por ocasião dos megaeventos esportivos como as Copas do Mundo FIFA. Para tanto, propomo-nos a aplicar algumas ideias de Bourdieu à cobertura televisiva nacional por ocasião do Mundial de Futebol do Catar, disputado de 20 de novembro a 18 de dezembro de 2022.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Carlos Marques, Universidade Estadual Paulista (Unesp/Bauru)

Professor Associado da Universidade Estadual Paulista (Unesp/Bauru). Livre-Docente em Comunicação e Esporte pela Unesp. Doutor em Ciências da Comunicação - Jornalismo pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo.

Referências

APCHAIN, Thomas. Sur la television – recension (on line). Disponível em: https://www.dygest.co/pierre-bourdieu/sur-la-television. Acesso em 21 dez. 2023.

ARONCHI DE SOUZA, José Carlos. Gêneros e formatos na televisão brasileira. São Paulo: Summus, 2004.

BELTRÃO, Luiz. Jornalismo opinativo. Porto Alegre: Sulina, ARI, 1980.

_________. Jornalismo interpretativo: filosofia e técnica. Porto Alegre: Sulina, ARI, 1976.

_________. A imprensa informativa: técnica da notícia e da reportagem no jornal diário. São Paulo: Folco Masucci, 1969.

BONINI, Adair. Os gêneros no jornal: o que aponta a literatura da área de Comunicação no Brasil? Linguagem em (Dis)curso, Tubarão, v. 4, n. 1, p. 205-231, jul./dez. 2003.

BOURDIEU, Pierre. Sobre a televisão. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1997.

_________. Ce que parler veut dire: l’économie des échanges linguistiques. Paris, Fayard, 1982.

CHAPARRO, Manuel Carlos. Sotaques d’aquém e d’além mar: travessias para uma nova teoria de gêneros jornalísticos. São Paulo: Summus, 2008.

_________. Sotaques d’aquém e d’além mar: percursos e géneros do jornalismo português e brasileiro. Santarém: Jortejo, 1998.

DEJAVITE, Fabia Angélica. INFOtenimento: informação + entretenimento no jornalismo. São Paulo: Paulinas, 2006.

ECO, Umberto. Apocalípticos e integrados. São Paulo: Perspectiva, 1993, 5ª ed.

_________. Viagem na irrealidade cotidiana. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1984.

FREITAS FILHO, Lauro. A cobertura esportiva no rádio e no jornal. In: DIEGUEZ, Gilda Korff (Org.). Esporte e poder. Petrópolis: Vozes, 1985. p. 51-59.

LOPES, Paula Cristina. Géneros literários e géneros jornalísticos: uma revisão teórica de conceitos. 2010. Disponível em http://bocc.ubi.pt/pag/bocc-generos-lopes.pdf.

MARQUES DE MELO, José. Gêneros jornalísticos: conhecimento brasileiro. In: MARQUES DE MELO, José; ASSIS, Francisco de (Orgs.). Gêneros jornalísticos no Brasil. São Bernardo do Campo: Universidade Metodista de São Paulo, 2010. p. 23-41.

_________. A opinião no jornalismo brasileiro. Petrópolis: Vozes, 1985.

SEIXAS, Lia. Redefinindo os gêneros jornalísticos: proposta de novos critérios de classifica-ção. Covilhã: LabCom Books, 2009.

Downloads

Publicado

2024-05-31

Como Citar

Marques, J. C. (2024). Entre os fast-thinkers e os low-thinkers: O primado da opinião na cobertura da TV brasileira sobre o mundial de futebol de 2022 no Catar. ALCEU, 24(52), 218–237. https://doi.org/10.46391/ALCEU.v24.ed52.2024.387

Edição

Seção

Dossiê Estudos contemporâneos em comunicação e esporte