O filme espírita brasileiro

entre dois mundos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46391/ALCEU.v17.ed34.2017.135

Palavras-chave:

Filme espírita, Espiritismo, Filme religioso, Gêneros cinematográficos

Resumo

Este trabalho objetiva investigar um gênero cinematográfico que tem obtido visibilidade no cinema brasileiro contemporâneo, sobretudo a partir de 2008: o filme espírita. Propomos uma breve revisão histórica dos filmes espíritas brasileiros no sentido de discutir algumas características das atualizações contemporâneas, além de identificar as eventuais relações do filme espírita com outros gêneros cinematográficos/audiovisuais mais consolidados, como o horror e a ficção científica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Laura Loguercio Cánepa, Universidade Anhembi Morumbi

Laura Loguercio Cánepa é jornalista e pesquisadora de cinema. É Doutora em Multimeios pelo IAR-Unicamp (2008), Mestre em Ciências da Comunicação pela ECA-USP (2002) e graduada em Jornalismo pela FABICO-UFRGS (1996). Concluiu, em 2014, Pós-Doutorado no Departamento de Cinema, Televisão e Rádio da ECA-USP. Atualmente, atua como Coordenadora e Docente do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Anhembi Morumbi. É membro da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) e da Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual (SOCINE). Foi co-editora da Rebeca - Revista Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual, da SOCINE. É líder do Grupo de Pesquisa "Cinema expandido, da estereoscopia ao web footage: novos regimes de visualidade no século XXI". É membro do Grupo de Pesquisa "História da Experimentação no Cinema e na Crítica". No primeiro semestre de 2019, foi pesquisadora visitante (Visiting Research Fellow) na School of Languages, Cultures and Societies da Universidade de Leeds, sob a supervisão de Stephanie Dennison. 

Alfredo Luiz Paes de Oliveira Suppia, Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP

 Graduado em Comunicação Social - Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas, 1998), com especialização em Língua Portuguesa e Literatura Brasileira pelo Centro Universitário Padre Anchieta (UNIANCHIETA, 2000), especialização em Jornalismo Científico pelo Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo, Universidade Estadual de Campinas (LABJOR-UNICAMP, 2006), mestrado (2002) e doutorado (2007) em Multimeios pela Universidade Estadual de Campinas (Instituto de Artes, UNICAMP). Livre-docente pelo Depto. de História da Arte da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Campus Guarulhos.

Publicado

2017-06-10

Edição

Seção

Artigos