Distribuição de jornais comunitários, interação e participação na comunicação contemporânea

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46391/ALCEU.v21.ed42.2020.184

Palavras-chave:

Distribuição de jornais, Dialogia, Novas tecnologias da informação, Jornais comunitários

Resumo

A teoria da comunicação está quase toda baseada em análises sobre a produção e recepção de conteúdos informacionais. Este artigo desloca o foco para uma dimensão esquecida da comunicação: a distribuição das informações. A partir de digressões acerca da história da distribuição de jornais e da análise de algumas experiências de entrega de jornais comunitários, testamos, ainda em caráter exploratório, a hipótese de que a horizontalidade na comunicação não depende das novas tecnologias da informação em si mesmas, ao contrário do que afirmam diversos autores, mas sim do modo como se valoriza a dialogia nos processos comunicativos. Em última instância, estaremos afirmando a relevância do estudo dos processos de distribuição de informações e refletindo sobre as transformações recentes na área.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Ernandez Macedo, Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ

Doutor em Ciências Sociais pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2003).
Mestre em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas - RJ (1995).
Atualmente é Professor Associado da Faculdade de Comunicação Social da Uerj, Coordenador do Laboratório de Comunicação Dialógica (LCD/FCS/UERJ).

Publicado

2020-12-15

Edição

Seção

Artigos