A construção de um ídolo transcultural no mercado global

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46391/ALCEU.v24.ed52.2024.400

Palavras-chave:

Comunicação, Futebol, Idolo, Imagem pública, Jogador-produto

Resumo

Analisa o caso do jogador egípcio Mohamed Salah, do Liverpool FC, da Inglaterra, como exemplo bem-sucedido de construção de um ídolo transcultural dentro de um cenário de internacionalização do futebol como negócio. Estuda suas redes sociais por monitoramento orgânico de 2021 a 2023, na tentativa de compreender como a imagem do jogador seria capaz de romper barreiras culturais entre os torcedores do clube. Estabelece cinco categorias (trabalho, sucesso, família, multiculturalismo e legitimação comercial) em torno de signos culturais, analisando os posts à luz do conceito de hiper-ritualização. Defende que o jogador é capaz de construir uma imagem multiculturalista, superando barreiras nacionais. Defende que ele faz isso pela imagem positiva que constrói com imagens, apontando para seu trânsito cultural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leticia Cantarela Matheus, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (PPGCOM-UERJ). Doutora em Comunicação pela UFF. 

Filipe Mostaro, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj)

Professor adjunto de Jornalismo e membro do Programa de Pós-Graudação em Comunicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) .

Referências

ANDERSON, Benedict. Comunidades Imaginadas. Reflexões sobre a origem e difusão do nacionalismo. SP: Cia das Letras, 1983.

BALDISSERA, Rudimar. Significação e comunicação na construção da imagem-conceito. Fronteiras – estudos midiáticos X(3): 193-200, set/dez 2008.

CARRERA, Fernanda. Ciberpublicidade, gênero e Goffman: hiper-ritualizações no contexto digital. Contracampo, Niterói, v. 38, n.3, p. 22-40, dez. 2019/mar. 2020

CARTER, Neil. The football manager: A history. Routledge, 2006

DMARGE.COM. Mo Salah’s Superyacht Shred Is The Pinnacle Of Premier League Fitness. 15 jun 2023, online. Disponível em: https://www.dmarge.com/mo-salah-shows-shredded-summer-bod-on-sun-soaked-super-yacht Acesso em: 16 jul 2023

GOFFMAN, Erving. A representação do eu na vida cotidiana. Petrópolis (RJ): Vozes, 2007.

______________. Gender Advertisements. Cambridge, Mass.: Harvard University Press, 1979.

HELAL, Ronaldo. A construção de narrativas de idolatria no futebol brasileiro. Alceu, v. 4, n. 7, p. 19- 36, jul./dez. 2003.

_____________. Mídia e idolatria no universo do futebol. In: FRANÇA, V, FREIRE FILHO, J. LANA, L, SIMÕES, P. (Orgs.) Celebridades no século XXI: transformações no estatuto da fama. RS: Sulina, 2014, pp. 127-158.

HOPKINS, S.; LONG, Cathy; WILLIAMS, Jonh. (Org.). Ritmos de passe: Liverpool FC e a transformação do futebol. Bloomsbury, 2001.

KELLY, Stephen. F. Bill Shankly: É muito mais importante do que isso: a biografia. Random House, 2011.

NYE JR. Joseph. O futuro do poder. SP: Benvirá, 2012.

SILVA, F. I. C., y Rodrigues J. P. A celebrização do jogador de futebol Neymar: o discurso do programa esporte espetacular versus discurso de jovens universitários. HOLOS, vol. 6, 2015, pp.520-531.

SMITH, Joan. Labour Tradition in Glasgow and Liverpool. History Workshop, no. 17, 1984, pp. 32–56.

WAGG, Stephen. The football world: a contemporary social history. Harvester Press, 1984.

WEBER, Max. A objetividade do conhecimento nas ciências sociais. SP: Ática, 1999.

Downloads

Publicado

2024-05-30

Como Citar

Matheus, L. C., & Mostaro, F. (2024). A construção de um ídolo transcultural no mercado global . ALCEU, 24(52), 238–255. https://doi.org/10.46391/ALCEU.v24.ed52.2024.400

Edição

Seção

Dossiê Estudos contemporâneos em comunicação e esporte