Sistema, princípios e práticas:

considerações sobre os Estudos de Tendências

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46391/ALCEU.v19.ed37.2018.93

Palavras-chave:

Estudos de Tendências, Tendências, Sistema da Moda

Resumo

Considerado um novo campo de investigação, os Estudos de Tendências ainda são pouco desenvolvidos enquanto prática, o que resulta em indefinições sobre o conceito, em função da pluralidade de bases teóricas, da sistematização dos modelos conceituais e dos pressupostos de autores reconhecidos na área. Seu potencial deriva da capacidade de elucidar os princípios estruturais, que norteiam as variações nos padrões do comportamento humano, e de transladar esse conhecimento em indícios que possam engendrar inovação, ou estratégias sólidas, para novas políticas, produtos e serviços. Em razão disso, este trabalho está estruturado como pesquisa fundamental e apresenta revisão bibliográfica e discussão sobre o estado da arte dos Estudos de Tendências, fruto do atual desenvolvimento conceitual, neste campo disciplinar, em pesquisas conjuntas realizadas em Portugal e no Brasil. Percebe-se que a transdisciplinaridade é a base dos Estudos de Tendências e eixo condutor de disciplinas fundamentais que orientam a observação, análise e o monitoramento dos padrões de comportamento sociocultural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Regina Rech, UDESC

Pós-Doutorado em Design (2015/2016) pelo Centro de Investigação em Arquitetura, Urbanismo e Design - Faculdade de Arquitetura - Universidade de Lisboa, Doutorado (2006) e Mestrado (2001) em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina, Licenciatura em Educação Artística (1991) pela Universidade de Caxias do Sul. Docente Associado VIII da Universidade do Estado de Santa Catarina - Centro de Artes - Departamento de Moda, líder do Grupo de Pesquisa Design de Moda e Tecnologia (UDESC/CNPq) e professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Moda (PPGMODA/UDESC), linha de pesquisa Design e Tecnologia do Vestuário. Coordenadora do laboratório FPLab - Futuro do Presente - UDESC, investigadora colaboradora no CIAUD - FA - ULISBOA e pesquisadora na plataforma TrendsObserver (Portugal). Membro do Grupo de Pesquisa LOGO - Laboratório de Orientação da Gênese Organizacional (UFSC/CNPq) e do GP Design e Subjetividade (UVA/CNPq). Editora-chefe do ModaPalavra e-periódico (UDESC). Membro do Conselho Editorial da e-revista LOGO (UFSC) e da Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas em Moda (ABEPEM). Avaliadora de cursos do sistema INEP/MEC, do Conselho Estadual de Educação (SC) e da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (PR). Concentra suas pesquisas nos seguintes temas: design de moda, estudos de tendências, grounded theory, cultura do consumo, pesquisa qualitativa, metodologias.

 

Nelson Pinheiro Gomes, Universidade de Lisboa

Professor da Universidade de Lisboa.
Doutor em Cultura e Comunicação (Universidade de Lisboa).

Downloads

Publicado

2018-12-10

Como Citar

Rech, S. R., & Pinheiro Gomes, N. (2018). Sistema, princípios e práticas:: considerações sobre os Estudos de Tendências. ALCEU, 18(37), 66–82. https://doi.org/10.46391/ALCEU.v19.ed37.2018.93

Edição

Seção

Artigos