O “ser autor” na prática do jornalismo diversional

Autores

  • Francisco de Assis Centro Universitário Fiam-Faam

DOI:

https://doi.org/10.46391/ALCEU.v16.ed32.2016.165

Palavras-chave:

Teoria do jornalismo, Gêneros jornalísticos, Jornalismo diversional, Autoria, Prática jornalística

Resumo

O artigo discute o significado de autoria na prática do chamado jornalismo diversional, que se destaca por sua função de divertir – ou seja, pelo “prazer estético” proporcionado a audiências potenciais –, cumprida com o uso de recursos expressivos próprios da literatura, os quais são responsáveis por equiparar narrativas do cotidiano a obras ficcionais. Apoiando-nos em pesquisa bibliográfica e em observações baseadas nos relatos de jornalistas notadamente cultivadores do gênero, que nos concederam entrevista, discutimos que, no bojo a que nos direcionamos, autoria vai muito além da assinatura de um texto ou, mesmo, da possibilidade de fazer reportagem com traços literários. Ser autor, nesse âmbito, é ter habilidades e condições para desenvolver um estilo próprio – em geral, notado por outros –, sem deixar de atender a exigências fundamentais da atividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco de Assis, Centro Universitário Fiam-Faam

Doutor e mestre em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo (Umesp), instituição na qual também concluiu a pós-graduação lato sensu em Jornalismo Cultural. É jornalista formado pela Universidade de Taubaté (Unitau). Em 2020, realiza estágio de pós-doutoramento junto ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Faculdade Cásper Líbero. Pertenceu ao núcleo docente permanente do Programa de Mestrado Profissional em Jornalismo do FIAM-FAAM - Centro Universitário (2015-2019), do qual também foi coordenador (2018). Foi vice-coordenador do grupo de pesquisa Gêneros Jornalísticos (2011-2012), no âmbito da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom), e do grupo temático Estudios sobre Periodismo (2012-2016), na Asociación Latinoamericana de Investigadores de la Comunicación (Alaic). Diretor científico da Coleção Ciências da Comunicação, mantida pela Editora Appris, desde 2014. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase na subárea Jornalismo e Editoração, atuando principalmente nos seguintes temas: teoria do jornalismo, gêneros jornalísticos, jornalismo cultural, jornalismo de variedades, jornalismo diversional, história da imprensa e/ou do jornalismo, práticas jornalísticas, rotinas produtivas e identidade profissional em jornalismo. e-mail: francisco@assis.jor.br

Downloads

Publicado

2016-06-10

Como Citar

de Assis, F. (2016). O “ser autor” na prática do jornalismo diversional. ALCEU, 16(32), 90–106. https://doi.org/10.46391/ALCEU.v16.ed32.2016.165

Edição

Seção

Artigos