Internet, espetáculo e vigilância

relações de segurança e o direito ao esquecimento

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46391/ALCEU.v19.ed37.2018.98

Palavras-chave:

Esquecimento, Internet, Memória, Vigilância, Segurança

Resumo

Tendo em vista que a perda da privacidade, e, consequentemente, o aumento da vigilância é um dos problemas causados pela Internet, esse precedente jurídico parece ser um ganho para a sociedade contemporânea: o direito de ser esquecido, o direito de esquecer, o direito de preservar a sua privacidade de uma vigilância cada vez mais constante. Nesse sentido, este artigo tem como objetivo principal analisar a relação entre a internet, a vigilância e o esquecimento. A partir dessas questões, acredita-se que é preciso criar esses espaços de esquecimento na sociedade digital, para que se possa desenvolver um conhecimento através de um movimento crítico e dialético.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patricio Dugnani, Universidade Presbiteriana Mackenzie

Doutor em Comunicação e Semiótica PUC/SP, Mestre em Comunicação e Semiótica PUC/SP e Bacharel em Artes Plásticas pela Unesp. Professor nas áreas de Comunicação e Artes da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Professor de Artes do Colégio Giordano Bruno. Pesquisador do Grupo de pesquisa Observatório da Imagem e pesquisador no grupo de pesquisa (CNPQ) Linguagem, sociedade e identidade: estudos sobre a mídia, da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Autor e Ilustrador com os seguintes livros publicados: A Herança Simbólica na Azulejaria Barroca (2012). O Livro dos Labirintos (2004). Ovelhas e Lobos (2002), Beleléu (2003/ PNLD 2004), O Seu Lugar (2005/ PNLD 2006), Um Mundo Melhor (2006), Beleléu e os Números (2009), Beleléu e as Cores (2010), Beleléu e as Formas (2011), Beleléu e as Palavras (2014).

Downloads

Publicado

2018-12-10

Como Citar

Dugnani, P. (2018). Internet, espetáculo e vigilância: relações de segurança e o direito ao esquecimento. ALCEU, 18(37), 137–146. https://doi.org/10.46391/ALCEU.v19.ed37.2018.98

Edição

Seção

Artigos