Uma perspectiva afro-centrada para produção de narrativas

Alguns elementos pedagógicos para colocar a experiência de sujeitos negros no centro do processo de protagonismo com tecnologias

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46391/ALCEU.v21.ed44.2021.248

Palavras-chave:

Afroperspectiva, Pedagogia, Tecnologia, Narrativas, Candomblé

Resumo

O artigo reflete o atual estágio de uma pesquisa em andamento. O texto procura, a partir do repertório da filosofia afroperspectivista, indicar elementos de uma pedagogia popular do uso de tecnologias da informação e comunicação para a produção de narrativas. Esse esforço, de ordem conceitual e metodológico, evoca signos e personagens das histórias e culturas afro-brasileiras e africanas, em particular do Candomblé Nagô praticado no Brasil. O recurso a uma matriz simbólica afro-brasileira também se presta à desmistificação das tecnologias, na medida em que o uso de computadores, redes e outros dispositivos pode ser associado à mesma vivência cotidiana dedicada ao culto de Orixás.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Carlos Pinto Da Costa Júnior, Universidade Católica de Pernambuco

Possui graduação em Jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco (1999), mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Pernambuco (2005) e Doutorado por essa mesma Instituição de Ensino. Tem experiência como jornalista nos cargos de repórter e editor por já ter trabalhado em assessorias de imprensa, no Diario de Pernambuco, entre 1998 e 2007, nas editorias de Cidades, Informática e Economia. Tem interesse sobre estudos pós-coloniais da ciência e tecnologia, pedagogias afroperspectivistas, tecnologias livres, e no cruzamento de experiências, investigações e conhecimentos em que se encontrem cultura, tecnologia e política. Atualmente é professor de disciplinas do curso de Jornalismo da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), lecionando Sociologia da Comunicação, Teoria da Comunicação, Antropologia Urbana, Jornalismo Multimídia Especializado em Economia e Política do Brasil, Redação Jornalística e Técnicas de Reportagem. Também é professor pesquisador no Mestrado em Indústrias Criativas da UNICAP, onde desenvolve investigações sobre a relação entre processos criativos, cultura, identidade e metodologias abertas de aprendizado.

Publicado

2021-09-29

Como Citar

Pinto Da Costa Júnior, L. C. (2021). Uma perspectiva afro-centrada para produção de narrativas: Alguns elementos pedagógicos para colocar a experiência de sujeitos negros no centro do processo de protagonismo com tecnologias. ALCEU, 21(44), 190–219. https://doi.org/10.46391/ALCEU.v21.ed44.2021.248

Edição

Seção

Artigos